"Transformando o modo de viver a vida."

Assim como manter uma boa alimentação, se exercitar deve ser uma prática regular nas nossas vidas, pois a atividade física traz inúmeros benefícios para o corpo e a mente, permitindo uma vida com mais qualidade e combatendo sinais do envelhecimento.

Em qualquer idade, se exercitar é fundamental para fortalecer ossos e musculatura, responsáveis pela nossa locomoção e movimentação, além de trabalhar o sistema cardiorrespiratório, combater e prevenir várias doenças e ajudar a perder ou manter o peso corporal.

Mas apesar de serem indicadas para todas as faixas etárias, existem atividades físicas que se encaixam melhor para as necessidades de cada idade. Descubra a seguir quais são os melhores exercícios para cada idade e escolha o seu:

 

Infância (até os 11)

Até os 5 anos é melhor investir em exercícios mais lúdicos, como pular corda e correr, mas a criança já pode começar atividades como balé, atletismo e judô. Andar de bicicleta, mesmo que com rodinhas, pode ser uma boa ideia. Já a natação pode ser praticada desde os primeiros meses de vida, pois faz o bebê lembrar-se da sensação de estar no útero.

A partir dos 6 anos a criança já está preparada para ser introduzida em esportes com bola, como vôlei, futebol, basquete e tênis, pois seu desenvolvimento corporal e espacial permite que consiga pegar e arremessar a bola. Atividades mais complexas, como yoga, remo e vela também já podem ser introduzidas. Atividades com a família devem ser estimuladas durante toda a infância.

 

Adolescência (dos 12 aos 18)

A partir dos 12, força, destreza e equilíbrio são desenvolvidos, por isso as crianças podem começar a participar de competições de atividades esportivas, que incentivam a integração social. A musculação pode ser praticada, desde que associada a esportes coletivos para promover a socialização.

Veja Também  Atividades Físicas para Idosos

Dos 16 em diante o adolescente pode variar as opções, participando de aulas coletivas na academia, como bicicleta indoor, ginástica localizada, jumping, pilates e outros. Foque em atividades que auxiliam no desenvolvimento da coordenação motora e permita que o jovem escolha a modalidade que mais gostar.

 

Aos 20

Como essa fase é de bastante energia e socialização, os esportes em grupo são uma boa alternativa (futebol, vôlei, basquete). Nessa faixa etária o corpo lida melhor com impactos, mas isso não quer dizer que você esteja livre do risco de lesões. Por isso, comece devagar, respeitando seus limites, e mantenha uma frequência (três vezes na semana é o ideal). Você também pode intercalar os treinos coletivos com outras atividades, como corrida e natação.

 

Aos 30

Escolha exercícios que te deem prazer, mas mantenha a frequência. A força muscular começa a diminuir mais ou menos quando estamos com 35 anos, então adicionar treinos de musculação pode ser uma boa para manter e até ganhar massa muscular nessa faixa etária.

Você pode dividir os treinos entre a prática de atividades aeróbicas (natação, corrida) e duas vezes por semana de exercícios de resistência ou peso. Outra opção é dividir o treino diário praticado três vezes por semana, fazendo 30 minutos de exercício aeróbico seguido por outros 30 minutos de peso ou resistência.

treino ideal exercício idade

Aos 40

É preciso começar a cuidar dos ossos e buscar exercícios que contribuam para a fixação de cálcio, como dança, corrida, caminhadas mais fortes e musculação. Evite atividades físicas como o jumping, que apresentam grande impacto, e trabalhe o core, região que ajuda a manter a coluna estável (músculos das costas, do quadril e do abdômen). Yoga e pilates trabalham essa área e ainda melhoram a flexibilidade.

Veja Também  Como fazer a Reposição de Cálcio

 

Aos 50

Aqui é ainda mais importante trabalhar o fortalecimento muscular e ósseo, já que o enfraquecimento natural da idade começa a surgir. Para evitar lesões, é melhor não praticar exercícios muito repetitivos, como ciclismo, maratona e spinning, a menos que você já praticasse antes a modalidade.

Atividades na água, como hidroginástica e deep running (corrida na água) têm menos impacto e ajudam a ganhar força e manter a massa muscular. Caminhada, yoga e pilates são boas indicações a partir dessa idade, pois podem ser adaptados facilmente às necessidades de cada um.

 

Acima dos 60

Nessa fase da vida, as atividades físicas se tornam muito importantes também para manter a socialização na terceira idade e afastar problemas como depressão. Como o envelhecimento aumenta os riscos de lesões, continue trabalhando o fortalecimento com atividades físicas de menor impacto.

Exercícios na água são muito recomendados para essa idade, porém não são suficientes para suprir as necessidades dessa fase. Caminhada é uma ótima opção, pois dá para respeitar o ritmo de cada um e combatem inúmeras doenças.

A musculação pode ser praticada, mas é necessário contar com acompanhamento profissional para que não haja sobrecarga ou movimentos errados que possam resultar em lesões. Também são recomendados exercícios que trabalhem agilidade, equilíbrio, coordenação motora e flexibilidade.

 

Cuidados para todas as idades

Muita gente se esquece deles, mas os alongamentos são importantíssimos para o corpo. É que o corpo humano tem muitas articulações, ossos e músculos que utilizamos por toda a vida. Os músculos acabam diminuindo e perdendo eficiência na contração quando não são usados, por isso devemos praticar habitualmente exercícios de alongamento. Quando em seu tamanho normal, o músculo tem menos chances de sofrer lesões como rupturas, contraturas e tendinites.

Veja Também  Lucas Mura no Time Essencial Mais

Antes dos exercícios físicos os alongamentos ajudam a aquecer os músculos, aumentando sua eficiência e diminuindo o risco de lesões. Após a atividade física, os movimentos devem ser leves para relaxar a musculatura. Mas se engana quem pensa que alongamentos devem ser feitos apenas quando vamos treinar, o ideal é tornar essa prática um hábito em todos os momentos da sua rotina: no trabalho, ao acordar e nos momentos de lazer.

Antes de começar uma nova atividade física é importante também passar pelo médico para fazer uma avaliação física e garantir que você está apto para os exercícios que quer fazer. Embora existam indicações gerais para cada faixa etária, todo mundo tem suas limitações e necessidades, então é importante fazer exames para checar se está tudo bem ou se sua atividade física vai precisar de algumas adaptações.

Saiba também sobre exercícios na terceira idade!

Qual é a sua idade? Gostou dos exercícios recomendados? Comente aqui embaixo!
Summary
Quais são os melhores exercícios para cada idade
Article Name
Quais são os melhores exercícios para cada idade
Description
Praticar uma atividade física faz muito bem para o corpo, mas você sabia que existem exercícios mais indicados para cada faixa etária? Descubra os melhores exercícios para a sua idade!
Author
Publisher Name
Essencial Mais
Publisher Logo